LOGO
Ingles
Portugues
noticia

Identificação

  • Identificação do Projecto: Morfologia e Sintaxe na Aquisição de L2 [POCI/LIN/62214/2004]
  • Grupo: Linguística Comparada
  • Responsável: Ana Maria Madeira
  • Duração: 36 meses (início: 1/07/2005)
  • Página web: http://www.fcsh.unl.pt/clunl/pl2/site/index.html
  • Financiamento: € 79.077,00
  • Entidade Financiadora: FCT-MCTES

Descrição

Uma questão que tem sido objecto de intenso debate na área de Aquisição de Segunda Língua nos últimos anos refere-se à interacção entre as componentes morfológica e sintáctica da gramática: a aquisição da morfologia é um pré-requisito para a aquisição das propriedades sintácticas que lhe estão associadas, ou será que a sintaxe pode ser adquirida independentemente da morfologia? Com o objectivo de contribuir para uma resposta a esta questão, propomos, através deste projecto de investigação, estudar a aquisição, por aprendentes de português L2, de propriedades gramaticais que evidenciam uma relação estreita entre morfologia e sintaxe.
 
São investigados os seguintes tópicos:
a) a aquisição de paradigmas morfológicos de flexão verbal e a sua relação com a aquisição de movimento do verbo, por um lado, e de sujeitos nulos e outras propriedades que estão associadas a uma fixação positiva do valor do parâmetro do sujeito nulo, por outro;
b) a aquisição de construções de infinitivo pessoal com sujeitos Nominativos;
c) a aquisição de construções de infinitivo impessoal com sujeitos Acusativos (construções de Atribuição Excepcional de Caso);
d) a aquisição de construções com subida de clítico;
e) a aquisição de pronomes clíticos e dos seus padrões de colocação.
 
A investigação é baseada em diferentes tipos de dados: dados de produção espontânea (escritos e orais), dados de produção elicitada e dados de juízos de aceitabilidade. Os grupos de informantes são constituídos por aprendentes de português L2, falantes de diferentes línguas maternas, que incluem tanto línguas em que as relevantes propriedades morfológicas e sintácticas são semelhantes às do português, como línguas em que estas propriedades diferem. São recolhidos dados de crianças e jovens integrados em estabelecimentos de ensino básico e secundário em Portugal, bem como de estudantes estrangeiros que frequentam universidades portuguesas.
 
Está a ser constituído um corpus que reúne todos os materiais recolhidos. Este corpus será disponibilizado através da Internet, integrado numa base de dados.
 
Este projecto de investigação é pertinente por várias razões. Do ponto de vista teórico, contribuirá para um melhor conhecimento (i) da organização da gramática e da interacção entre diferentes módulos gramaticais; e (ii) dos processos que subjazem a aquisição de uma segunda língua. As conclusões empíricas e teóricas da investigação são igualmente pertinentes em termos das suas potenciais aplicações didácticas e pedagógicas, particularmente no domínio do ensino de português como língua segunda/estrangeira.

Equipa

  • Ana Maria Madeira (investigadora responsável)
  • Joana Batalha
  • Maria Cristina Vieira da Silva
  • Maria Francisca Xavier
  • Maria de Lourdes Crispim
  • Nuno Rendeiro
  • Paulo Osório